Google+ Followers

quarta-feira, 14 de fevereiro de 2018

sábado, 10 de fevereiro de 2018

PARABÉNS, BOLOTA !



O sol nasceu hoje com a missão especial de iluminar o dia 10 de fevereiro de 2018. 
Ao ver a luz, minha Bolotinha me iluminou de uma felicidade inenarrável: a de ser mãe pela terceira vez. Essa felicidade não parou por aí, porque ela a desdobrou dando à luz ao Pepê e a Naná. Obrigada mil vezes, Bolota! Que a vida lhe traga muitas alegrias ao lado das pessoas que vc ama e que o Astro-Rei ilumine todos os seus dias. 
FELIZ ANIVERSÁRIO!











CÉLIA ZANETTI PARTIU !



                                                     Ana Margarida e Regina Célia Zanetti 

Célia Zanetti partiu! 

Assim… de repente... sem um adeus...
Um turbilhão de emoções invadiu minha alma e lágrimas brotaram de meus olhos cansados, quando soube de sua partida. 
Conheci a Célia no inicio da década de 1980, quando entrei para a União das Mulheres Cearenses (UMC).
Célia, Rosa e Maria formavam, o que depois passei a chamar, O TRIO DE AÇO. Seu jeito simples, seu sorriso franco e seu olhar meigo e sereno me cativaram para sempre. Com ela convivi, quase diariamente, durante os anos 80, no Casarão Democrático da Av. da Universidade, em Fortaleza. Foram inúmeras as reuniões para realização de eventos visando a emancipação das mulheres aguilhoadas e sufocadas pela opressão machista e pelos sistemas sociais retrógrados. Foi pra ela que mostrei, apreensiva, o meu primeiro texto sobre sexualidade feminina e jamais esquecerei sua expressão de surpresa e seu elogio sincero. Juntas compartilhamos um abraço suado e vitorioso no Ginásio Paulo Sarasate, quando a Maria Luiza conquistou a prefeitura de Fortaleza, em 1985. Politizada, devo a ela parte de minha consciência política... Estive ao lado dela em uma ocasião em que precisou de uma intervenção médica na Maternidade Escola Assis Chateaubriand, em Fortaleza, e testemunhei sua coragem e resistência. 
Regina Célia Zanetti, paulista de nascimento (08.04.1949) e cearense de coração, radicou-se em Fortaleza com o seu marido e companheiro de luta por uma sociedade libertária, Jorge Paiva, durante os anos de chumbo da ditadura militar. Em Fortaleza criaram a única filha, Juliana Zanetti Paiva. Em Fortaleza, Célia teve a alegria de ser avó, quando em 27 de novembro de 2015, no dia do aniversário da Maria Luiza Fontenele, nasceu Benjamin, filho de sua filha Juliana e de seu genro Robson. Em Fortaleza, Célia travou batalhas memoráveis com os companheiros e companheiras do movimento "Crítica Radical", lutando todos os dias de sua vida de militante para a emancipação humana visando uma sociedade libertária, igualitária e justa.
Ontem, 27 de janeiro de 2018, Celia partiu para outra dimensão deixando um legado indestrutível de luta e resistência. Descanse em paz, Célia, que essa legião de admiradores que você conquistou continuará nesta trincheira de luta que você construiu e nos legou.

Ana Margarida Arruda Rosemberg

São Paulo, 28 de janeiro de 2018


terça-feira, 26 de dezembro de 2017

DR. AGUIAR RAMOS PARTIU


DR. AGUIAR RAMOS
Partiu ontem,  dia 25/12/2017, em Fortaleza, o Dr. José de Aguiar Ramos. 
Mestre de incontáveis cirurgiões cearenses, o Dr. Aguiar deixa uma lacuna em nossa medicina, mas, ao mesmo tempo, uma legião de admiradores.
O seu corpo está sendo velado no Jardim Metropolitano-Fortaleza e será cremado após uma missa marcada para às 9h de hoje, 26/12/2017.
O coletivo MÉDICOS PELA DEMOCRACIA se solidariza com os familiares e amigos do Dr. Aguiar nesse momento de dor.

Transcrito da página do FACE do grupo: MÉDICOS PELA DEMOCRACIA

Médicos Pela Democracia: Nota De Pesar Pelo Falecimento Do Médico Aguiar Ramos

O Movimento Médicos pela Democracia vem manifestar seu pesar e sua solidariedade aos familiares, amigos e a todos os médicos cearenses devido ao falecimento de um dos seus mais ilustres representantes, o conceituado médico Dr. Aguiar Ramos.

Dr. Aguiar teve um passado de luta por uma saúde pública de qualidade e, em todos os cargos que ocupou, quer seja como gestor, ou como representante da nossa categoria, sempre teve uma atuação íntegra, destemida e voltada para os mais altos interesses da nossa população.

Desde sua criação em 1941, o Sindicato dos Médicos do Estado do Ceará participa intensamente de lutas dos médicos. Só em 1964, na época do golpe militar, com sua Carta Sindical cassada, paralisou suas atividades por 10 anos. Dr. Aguiar se posicionou contra o ato da ditadura.

Como antes, após retornar às atividades, o Sindicato dos Médicos do Ceará sempre contou com o apoio irrestrito do Dr. Aguiar Ramos, tanto nas suas ações quanto nas reivindicações, inclusive nas épicas greves patrocinadas pelo Sindicato.

Terezinha Braga, que foi do Movimento de Resistência dos Médicos Residentes, lembra: “o Dr.Aguiar, quando ainda presidente do Centro Médico Cearense, foi para a Praça do Ferreira, por ocasião da nossa greve dos médicos residentes em 1979, para nos proteger de uma possível ação da polícia. Nossa gratidão e respeito.”

Mariano de Freitas, que foi Presidente do Diretório Acadêmico XII de Maio da Faculdade de Medicina e Presidente do Sindicato dos Médicos afirma: ” Dr. Aguiar Ramos foi, sem dúvida, um dos grandes formadores de cirurgiões do Ceará. Nosso querido Prof. AGUIAR é uma expressão da Medicina de nosso Estado. Ombreia-se com os fundadores da faculdade de Medicina da UFC”.

Dr. Aguiar, em reconhecimento à sua vida pública e profissional voltada para a defesa da classe, foi o primeiro a ser homenageado pelo Sindicato dos Médicos do Ceará com a Comenda Sindical Médica, uma das mais justas homenagens já realizadas.

Tentamos resgatar o acervo de discursos e fotos da homenagem recebida pelo nosso querido Dr. Aguiar para ilustrar nossa nota, mas a gestão do SIMEC apagou do seu site todo o passado da entidade, um desrespeito à história do Sindicato e de médicos homenageados.

Fica aqui registrado o nosso reconhecimento ao Prof. Aguiar pelo seu compromisso ético com a medicina, pela dedicação ao transmitir seus conhecimento aos jovens médicos e seus discipulos e por não só apoiar, mas ser uma referência de luta da categoria médica.

Aos familiares e amigos do Prof. Aguiar nossas mais sinceras saudações de pesar e de reconhecimento.

Movimento Médicos pela Democracia

sexta-feira, 15 de dezembro de 2017

POR: ANA MARGARIDA ARRUDA ROSEMBERG - Lula condenado


Lula na Paraíba - inauguração popular da transposição do rio São Francisco - 19 de março de 2017

                                                       LULA CONDENADO

« Lula será condenado no dia 24 de janeiro de 2018", dizem por aí. Mas não me digam... será condenado por quem? 

Certamente não será pelo povo sofrido e espoliado dessa nação.
Pra quem não sabe, Lula começou a ser condenado no ventre de sua mãe, como tantas outras crianças que morreram no sertão nordestino de diarreia e desidratação. Entretanto, ele escapou. 

Lula já foi condenado dezenas de vezes em sua vida e sobreviveu a todas elas. Não vai ser agora que será abatido. 
Sabem por quê? Porque Lula não é uma pessoa. Lula é uma ideia. Lula já entrou pra História. 
E a História, esta senhora dona do tempo, altaneira e indomável, tratará de julgá-lo e absolvê-lo, no momento certo. 
E o julgamento da História permanecerá incólume por todo o sempre.

Ana Margarida Furtado Arruda Rosemberg
Fortaleza, 14 de dezembro de 2017

quinta-feira, 14 de dezembro de 2017

POR: ROBERTO SATURNINO BRAGA - Lula, o sábio.


Roberto Saturnino Braga


Do ex-senador Roberto Saturnino Braga, em seu Correio Saturnino 08.12.2017:

                                        Lula, o sábio
Ouvi falar do sucesso da caravana de Lula no Estado do Rio, da vibração do encerramento na UERJ, e fui revê-lo e re-ouví-lo no encontro de sábado pela manhã com artistas, no Othon Palace.
Fiquei efetivamente embevecido. E emocionado. Convencido de que ele é absolutamente imbatível na próxima eleição. Pelo carisma especial, que emerge da sua qualidade essencial, da sua vera origem humilde e popular; pela empatia fascinante que esta origem lhe dá, pela autenticidade, pela verdade da expressão que transmite, pela destreza com que usa a palavra e o gesto, pela sabedoria que a vivência e o sofrimento lhe conferiram.
Lula sempre foi um político extremamente competente, desde sua lide como sindicalista; agora, perseguido, ameaçado, difamado, enviuvado, sofrido, virou um sábio. Sábio no conhecimento, sábio na expressão, sábio no trato humano. Sabe de tudo da política do mundo e do Brasil; sabe o que é o equilíbrio e a maturidade, a dimensão certa do bom-senso; sabe o que é a alma humana e a alma brasileira; sabe dizer tudo o que pensa e o que sabe com uma brasilidade completa, uma qualidade brasileira insuperável.
Parece que tudo isso lhe deu saúde também: Faz tempo que não o via com tanta energia, com uma aparência tão hígida, tão animadora. Tudo isso contaminou em expansão e entusiasmo uma plateia grande, não sei quantos, um salão repleto de gente sentada e em pé por mais de duas horas.
Escutou comentários e incentivos prévios do grande Leonardo Boff, do cineasta Luiz Carlos Barreto, das professoras Isabel Lustosa e Marcia Tilbury, da atriz Beth Mendes, todos componentes de uma mesa bem presidida pelo nosso Emir Sader, e de dois outros também sentados à mesa, porém nitidamente escolhidos para um desempenho relevante na próxima eleição: o ex-Ministro Celso Amorim e o ex-prefeito de São Paulo, Fernando Haddad.
Do primeiro, Celso Amorim, Lula definiu o desempenho desejado: Governador do Estado do Rio de Janeiro. Lançou o apelo para que aceitasse a missão difícil, e escutou da plateia o forte e uníssono clamor da aprovação, como se todos já esperassem aquela indicação. Eu também clamei com entusiasmo e disse para dentro de mim: Hosana!
O segundo foi também destacado como um indicado para missão de relevo. Só não foi explicitada esta missão. Ficou como um coringa desde já mobilizado, para uma tarefa magna a ser posteriormente definida.
Saímos todos em júbilo, sentindo que foi um encontro profundamente marcante de uma trajetória que o Grande Capital e seus estipendiados tentam barrar com novos golpes.
Terão certamente enorme dificuldade.
Lula é o mais completo e brilhante representante do povo brasileiro.